Este espaço se propõe a reunir material sobre loucura e todo o aparato que a envolve. Espaço para memória, videos, leituras, noticias e tudo o mais que nos cair em mãos em nossa tarefa diária de pensar sobre o tema.Também postaremos materiais que, ainda que não se relacionem diretamente com o tema, esclarecem o pensamento de autores importantes para se chegar lá. Doiduras, maluquices, vesânias de toda sorte serão bem vindas.

26 de mar de 2011

loucura (lupicínio rodrigues)



Loucura Lupicinio Rodrigues

E ai
Eu comecei a cometer loucuras
Era um verdadeiro inferno uma tortura
O que eu sofria com aquele amor

Milhões de diabinhos martelando
Meu pobre coração que agonizando
Já não podia mais ver tanta dor

E ai eu comecei a cantar um verso triste
O mesmo verso que até hoje existe
Da boca triste de um sofredor

Como é que existe alguém
Que ainda tem coragem de dizer
Que os meus versos não contém mensagem
São palavras frias, sem nenhum valor

Oh Deus
Será que o Senhor não esta vendo isto
Então porque o Senhor mandou Cristo
Aqui na terra semear amor

Quando se tem alguém que ama de verdade
Serve de riso pra humanidade
É um covarde fraco, um sonhador

Se é que hoje tudo está tão diferente
Porque não deixa eu mostrar a esta gente
Que ainda existe o verdadeiro amor

Faça ela voltar de novo pra o meu meu lado
Eu me sujeito a ser sacrificado
Salvo seu mundo com a minha dor

20 de mar de 2011

Concurso:

Edital para professor substituto da UFSCAR
Sub-área: Saúde Mental e Saúde do Trabalhador
Disciplinas :  Atenção à Saúde Mental; Estágio Curricular
Supervisionado em Saúde Mental; Atenção à Saúde
do Trabalhador; Estágio Curricular Supervisionado
em Saúde do Trabalhador.
 Requisitos: Graduação em Enfermagem.
Inscrições até 23/03
Mais informações:  www.concursos.ufscar.br

Videos e textos sobre a estética da existência em Foucault


Org. Margareth Rago 
Coletânea de videos e textos  disponíveis na 

13 de mar de 2011

Para estudar Foucault (bibliografia sugerida por Sonia França)


Obras de Michel Foucault (1926-1984)

FOUCAULT, Michel. Doença mental e psicologia. (1954) Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1968.
______. História da loucura. (1961) São Paulo: Perspectiva, 1987, 556 p.
______. O nascimento da clínica. (1963) Rio de Janeiro: Forense,1987, 242 p.
______. Raymond Roussel. (1963) Rio de Janeiro: Forense Universitária,1999, 148 p.
______. Uma lectura de Kant: introducción a La antropologia em sentido pragmático. (1964). Buenos Aires: Siglo XXI Editores Argentina, 2009, 144p.
______. La prosa de Acteón e Arqueología de uma pasión. (1964-1984). Buenos Aires: Edições del Valle, 1995, 70p.
______. As palavras e as coisas. (1966) São Paulo: Martins Fontes, 1985, 408 p.
______. Le corps utopique e Les hétérotopies (conferências de 1966). Paris: Nouvelles Éditions Lignes, 2009, 61p.
______. O pensamento do exterior.  (1966). São Paulo: Princípio Editora, 1990, 77p.
 ______. Nietzsche, Freud e Marx. Theatrum Philosoficum. (1967-1970) Porto/Portugal: Publicações Anagrama, 1980, 88 p.
 ______. Isto não é um cachimbo. (1968) Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988, 88 p.
______. Arqueologia do saber. (1969) Rio de Janeiro: Forense, 1987, 240 p.
______. O que é um autor. (1969) Lisboa: Vega, 1992, 161 p.
______. Resumo dos Cursos do Collége de France (1970-1982). Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1997, 136 p.
______. A ordem do discurso. (1971) São Paulo: Edições Loyola, 1996 (aula inaugural no Collége de France), 80 p.
______. Nietzsche, La genealogia, La Historia. (1971). Espana, Valencia:  Pré-Textos, 2004,78p.
______. Microfísica do poder. (textos entre 1971-1978) Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979, 297 p.
______. Un diálogo sobre el poder y otras conversaciones. (1972) Madrid, España: Alianza Editorial, 1981, 166 p.
 ______. (Org) Eu, Pierre Riviere, que degolei minha mãe, minha irmã e meu irmão: um caso de parricídio do século XIX. (1973). Rio de Janeiro: Edições Graal, 1977, 295 p.
______. A verdade e as formas jurídicas. (1973) Rio de Janeiro: Nau, 1996, 160p (PUC/Rio de Janeiro).
 ______. O poder psiquiátrico. Curso dado no Collège de France (1973-1974). São Paulo: Martins Fontes, 2006, 511p (Coleção Tópicos).
______. Os anormais. Curso dado no Collège de France (1974-1975). São Paulo: Martins Fontes, 2001, 479p (Coleção Tópicos).
______. Vigiar e punir: o nascimento da prisão. (1975) Petrópolis: Vozes, 1984, 280 p.
______. Em defesa da sociedade. Curso dado no Collége de France (1975 –1976). São Paulo: Martins Fontes, 1999, 384p (Coleção Tópicos).
______. História da sexualidade I: a vontade de saber (1976) Rio de Janeiro: Edições Graal, 1985, 156 p.
______. Segurança, Território, População. Curso dado no Collège de France (1977-1978). São Paulo: Martins Fontes, 2008, 572p (Coleção Tópicos).
______. Sobre la Ilustración: Qué es la Crítica? (1978); Seminário sobre el texto de KantWas ist Aufklãrung?”, (1983); Qué es la Ilustración? (1983); e Estúdio preliminar de Javier de la Higuera. Madrid: Editorial Tecnos, 2006, 2 ed.
______. Nascimento da Biopolítica. Curso dado no Collège de France (1978-1979). São Paulo: Martins Fontes, 2008, 474p (Coleção Tópicos).
______. Do governo dos vivos. Curso no Collège de France (1979-1980): excertos. São Paulo: Centro de Cultura Social; Rio de Janeiro: Achiamé, 2010. 132p.
______. A hermenêutica do sujeito. Curso dado no Collège de France (1981-1982). São Paulo: Martins Fontes, 2004, 680p (Coleção Tópicos).
 ______. Tecnologias del yo y otros textos afines. (1982). Barcelona: Ediciones Paidós Ibérica, S.A., 1990, 150p.
 ______. Um diálogo sobre os prazeres do sexo. Nietzsche, Freud e Marx. Theatrum philosoficum (1982-1967-1970). São Paulo: Landy Editora, 2000, 120 p.
______. O governo de Si e dos outros. Curso dado no Collège de France (1982-1983). São Paulo:Editora WMF Martins Fontes, 2010, 380p.
 ______. Discurso y verdad en la antigua Grecia (aulas de 1983 na Universidade da California,, Berkeley, USA.). Barcelona: Ediciones Paidós Ibérica, S.A., 2004, 224p.
______. El coraje de la verdad. El gobierno de si y de los otros II. Curso em el Collège de France (1983-1984). Buenos Aires: Fondo de Cultura Econômica, 2010. 402p.
______. História da sexualidade II: o uso dos prazeres. (1984) Rio de Janeiro: Edições Graal, 1985, 232 p.
______. História da sexualidade III: o cuidado de si. (1984) Rio de Janeiro: Edições Graal, 1995, 147 p.
______. Problematização do sujeito: psicologia e psicanálise. (textos de 1954-1984) Rio de Janeiro: Forense, 1999, 316p. (Ditos e Escritos I).
______. Arqueologia das ciências e história dos sistemas de pensamento. (textos de 1961-1985). Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000, 370p. (Ditos e Escritos II).
______. Estética: literatura e pintura, música e cinema. (textos de 1962-1984) Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2001, 430p. (Ditos e Escritos III).
______. Estratégia, Poder-Saber. (textos de 1971-1981). Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003, 390p (Ditos e Escritos IV).
______. Ética, sexualidade, política. (textos de 1978-1988). Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004, 322p. (Ditos e Escritos V).
______. Repensar a política. (textos de 1968-1984). Rio de Janeiro: Editora Forense Universitária, 2010, 389p. (Ditos e Escritos VI).
                                               Biografias de Michel Foucault

 VEYNE, Paul. Foucault: o pensamento e a pessoa. Lisboa: Edições Texto e Grafia, Lda, 2009, 153p.
ERIBON, Didier. Michel Foucault e seus contemporâneos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1996, 244p.
ERIBON, Didier. Michel Foucault: 1926-1984. São Paulo: Companhia das Letras, 1990, 352p.
                                            
                           Bibliografia complementar
ABRAHAM, T. (org.).  El último Foucault. Buenos Aires: Sudamericana, 2003, 416p.
______.  Foucault y la ética. Buenos Aires: Editorial Biblos, 1988, 224 p.
AGAMBEN, Giorgio. O que resta de Auschwitz: o arquivo e a testemunha. São Paulo: Boitempo, 2008. 175p. (Estado de Sítio).
 ______.  Estado de Exceção. São Paulo: Boitempo, 2004. 142p.  (Estado de Sítio).
AGUIAR, Odilio Alves T. et al. (org). Origens do totalitarismo: 50 anos depois. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001. 215p.
ARANTES, Otília; VAINER, Carlos; MARICATO, Ermínia. A cidade do pensamento único: desmanchando consensos. Petrópolis: Vozes, 2000.192p.
ARAÚJO, Inês Lacerda. Foucault e a crítica do sujeito. Curitiba: Ed. da UFPR, 2001, 220p.
ARENDT, Hannah. A promessa da política. Rio de Janeiro: DIFEL, 2008, 288p.
_____. Crises da República. 2 ed. São Paulo: Perspectiva, 1999. 203p. (Coleção Debates).
_____. O que é política. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998. 240p.
_____. A dignidade da Política: ensaios e conferências. Rio de Janeiro: Relume Dumará. 1993. 195p.
_____. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva, 1992.
BALBIER, E.; DELEUZE, G.; DREYFUS, H.L.; FRANK, M.; GLÜCKSMANN, A.; LEBRUN, G.; MACHADO, R.; MILLER, J.-A.; MOREY, M.; RAJCHMAN, J.; RORTY.R.; WAHL, F. y otros. Michel Foucault, filósofo.  España, Barcelona: Editorial Gedisa, S. A., 1999, 342p.
BENJAMIN, Walter. A modernidade e os modernos. 2 ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2000, 108p.
______. Rua de mão única. São Paulo: Brasiliense, 1995. 277p. (Obras escolhidas, v. 2)
______. Charles Baudelaire: um lírico no auge do capitalismo. São Paulo: Brasiliense, 1989, 271p. (Obras escolhidas; v.3)
BAPTISTA, Luis Antonio. A cidade dos sábios: reflexões sobre a dinâmica social nas grandes cidades. São Paulo: Summus, 1999. 134p.
______. O veludo, o vidro e o plástico: desigualdade e diversidade na metrópole. Niterói: EDUFF, 2009, 124p.
BENTHAM, Jeremy. O Panóptico / Jeremy Bentham; organização e tradução de Tomaz Tadeu da Silva. Belo Horizonte: Autêntica, 2000, 180p.
BILLOUET, Pierre. Foucault. São Paulo: Estação Liberdade, 2003, 232p. (Figuras do Saber/6)
BIRMAN, Joel. Entre cuidado e saber de si: Sobre Foucault e a psicanálise. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2000. 224p. (Conexões 7).
BRAGA JUNIOR, Marcos. Michel Foucault: a legitimidade e os corpos políticos. Barueri, São Paulo: Minha Editora, 2007, 187p.
.BRANCO, Guilherme C.; NEVES, Luís F. B. (orgs.). Michel Foucault: da arqueologia do saber à estética da existência. Rio de Janeiro: Nau; Londrina: CEFIL, 1998, 236 p.
BRANCO, Guilherme C.; PORTOCARRERO, Vera (org.). Retratos de Foucault. Rio de Janeiro: Nau, 2000, 352 p.
BUCHENHORST, Ralph y VEDDA, Miguel. Observações urbanas: Walter Benjamin y las nuevas ciudades. Buenos Aires: Editorial Gorla, 2008, 206p.
CADERNOS DA F.F.C. (Faculdade de Filosofia e Ciências – UNESP). Michel Foucault: Histórias e Destinos de um Pensamento. Marília: Cadernos da F.F.C. v.9, n.1, 2000, 191p.
CANDIOTTO, César. Foucault e a crítica da verdade. Belo Horizonte: Autêntica Editora; Curitiba: Champagnat, 2010, 176p. (Coleção Estudos Foucaultianos, 5/ Coordenador Alfredo Veiga-Neto).
CHAVES, Ernani. Foucault e a psicanálise. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1988,150p.
CARLOS, Ana Fani Alessandri. A cidade. São Paulo: Contexto, 1997.
CASTEL, Robert. A gestão dos riscos: da antipsiquiatria à pós-psicanálise. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves Editora S.A., 1987.198p.
CASTELLS, Manuel. O poder da identidade. São Paulo: Paz e Terra, 1999. 530p. (A era da informação: economia, sociedade e cultura: v.2).
CASTELLS, Manuel. Fim de milênio. São Paulo: Paz e Terra, 1999. 497p. (A era da informação: economia, sociedade e cultura; v.3).
CASTRO, Edgardo. El vocabulario de Michel Foucault. Buenos Aires, Bernal: Universidad Nacional de Quilmis, 2004. 376p.
CUSSET, Yves y HABER, Stéphane. Habermas y Foucault. Trayectorias cruzadas, confrontaciones críticas. Buenos Aires: Ediciones Nueva Visión, 2007, 256p. (Cultura e Sociedade).
EDUCAÇÃO E REALIDADE – Dossiê Michel Foucault. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Educação, jan./jun. 2004 – v.29, n. 01, 250p.
DAVIS, Mike. Apologia dos bárbaros: ensaios contra o império. São Paulo: Boitempo, 2008. 352p.
______. Cidades mortas. Rio de Janeiro: Record, 2007. 494p.
______. Planeta favela. São Paulo: Boitempo, 2006. 272p.
DELEUZE, Gilles. Foucault. Lisboa: Ed. Vegas, 1987, 183p. (Coleção Perfis)
DERRIDA, Jacques. Três temas sobre a história da loucura.  / Jacques Derrida, Michel Foucault. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001, 152p. (Conexões; 13)
DREYFUS, Herbert; RABINOW, Paul. Michel Foucault: uma trajetória filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense, 1995, 300p.
DROIT, Roger-Pol. Micahel Foucault: entrevistas. São Paulo: Edições Graal Ltda, 2006, 112p.
ESCOBAR, Carlos H. (org). Michel Foucault (1926-1984). O Dossier. Últimas entrevistas. Rio de Janeiro: Livraria Taurus Editora, 1984, 139p.
EWALD, François. Foucault. A norma e o direito. Lisboa: Veja, 1993, 228p.
FONSECA, Márcio Alves da. Michel Foucault e o direito. São Paulo: Editora Max Limonad, 2002, 329p.
_____. Michel Foucault e a constituição do sujeito. São Paulo: EDUC, 1995, 144p.
FONSECA, Tania Mara G.; Kirrst, Patrícia G. Cartografias e Devires: a construção do presente. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2003. 396p.
FURLANETTO, Maria Marta; SOUZA, Osmar (orgs.). Foucault e a autoria. Florianópolis: Editora Insular, 2006, 168p.
GENTILI, Pablo A> A.; SILVA, Tomaz Tadeu. (orgs). Neoliberalismo, qualidade total e educação: visões críticas. Petrópolis: Editora Vozes, 2001, 204p.. (Coleção Ciências Sociais da Educação).
GIORGI, Gabriel; RODRÍGUEZ, Fermín. Ensayos sobre biololítica. Excesos de vida: Michel Foucault; Gilles Deleuze; Slavoj Zizek; Giorgio Agamben; Antono Negri. Buenos Aires: Paidós, 2007, 224p.
GROS, Frédéric (org). Foucault: a coragem da verdade. São Paulo: Parábola Editorial, 2004, 168p.
______. Michel Foucault. Buenos Aires-Madri: Amorrortu Editores, 2007, 168p.
______. Foucault y la loucura. Buenos Aires: Ediciones Nueva Visión, 2000, 108p. (Coleccion Claves)
______ y LÉVY, Carlos. Foucault y la filosofia antigua.  Buenos Aires: Nueva Visión, 2004, 176p.
GUATTARI, Félix; NEGRI, Antonio. Os novos espaços de liberdade. Coimbra (Portugal): Centelha, 1987,104p.
HIGUERA, Javier de la. Michel Foucault: La filosofia como crítica. España, Granada: Editorial Comares, 1999, 237p.
HOBSBAWM, Eric. A era dos extremos: o breve século XX, 1914-1991. São Paulo: Cia das Letras, 1995.
KAMINSKY, Gregório. El yo minimalista e otras conversaciones con Michel Foucault. Buenos Aires: Biblioteca de la mirada la marca, 2003, 196p. (Entrevistas)
KOHAN, Martí. Zona Urbana: ensayo de lectura sobre Walter Benjamín. Madri: Editorial Trotta, S.A., 2007. 125p.
KOHAN, Walter Omar e GONDRA, José (orgs.). Foucault 80 anos. Belo Horizonte: Autêntica, 2006, 304p.
LARROSA, Jorge. Habitantes de Babel: políticas e poéticas da diferença. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.
Lazzarato, Maurizio; Negri, Antonio. Trabalho imaterial: formas de vida e produção da subjetividade. Rio de Janeiro: DP&A, 2001, 112p. (Coleção Espaços do desenvolvimento).
LEITE, Rogério Proença. Contra-usos da cidade: lugares e espaço público na experiência urbana contemporânea. Campinas, SP: Editora da UNICAMP; Aracajú, SE: Editora UFS, 2007. 375p.
LINS, Daniel; PELBART, Peter Pál. Nietzsche e Deleuze- Bárbaros, civilizados. As~Paulo: Annablume, 2004, 270p.
MACHADO, Roberto. Foucault, a filosofia e a literatura. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2000, 188p.
______. Ciência e Saber: a trajetória da arqueologia de Michel Foucault. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1981, 218p.
MAGALHÃES, Maria Cristina R. (org). Na sombra da cidade. São Paulo: Ed. Escuta, 1995, 230p. (Coleção Ensaios)
MARIGUELA, Márcio. (org). Foucault e a destruição das evidências. Piracicaba: Editora Unimep, 1995, 142p.
MURICY, Kátia. Alegorias da dialética: imagem e pensamento em Walter Benjamin. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1998, 245p.
NEGRI, Antonio. O poder constituinte: ensaio sobre as alternativas da modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2002, 468p.
ORTEGA, Francisco. Genealogias da amizade. São Paulo: Editora Iluminuras, 2002,176p.
______. Para uma política da amizade: Arendt, Derrida, Foucault. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2000. 119p. (Conexões, VI)
______. Amizade e Estética da Existência em Foucault. Rio de Janeiro: Edições Graal Ltda., 1999,186p.
PASSETTI, Edson. Kafka, Foucault: sem medo. Cotia, as: Ateliê Editorial, 2004, 199p.
PECHMAN, Robert Moses. Cidades estreitamente vigiadas: o detetive e o urbanista. Rio de Janeiro: Cada da Palavra, 2002. 424p
PELBART, Peter Pál. Vida Capital: ensaios de biopolítica. São Paulo: Editora Iluminuras LTDA. 2003, 252p. (Coleção Políticas da Imanência).
 _______. A vertigem por um fio: políticas da subjetividade contemporânea. São Paulo: Iluminuras, 2000. 222p.
PESAVENTO, Sandra Jatahy. O imaginário da cidade: visões literárias do urbano - Paria, Rio de Janeiro, Porto Alegre. Porto Alegre: Ed. Universidade/ UFRGS, 1999.  393p.
POTTE-BONNEVILLE, Mathieu. Michel Foucault, la inquietud de la historia.  Buenos Aires: Manantial, 2000. 288p.
QUEIROS, André; CRUZ, Nina Velasco e. Foucault hoje? Rio de Janeiro: 7Letras, 2007, 188p.
QUEIRÓZ, André. O presente, o intolerável... (Foucault e a História do Presente). Rio de Janeiro: 7Letras, 2004. 208p.
RABINOW, Paul. Antropologia da razão: ensaios de Paul Rabinow/Organização e tradução João Guilherme Biehl. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1999. 204p.
RAGO, M.; ORLANDI, L. B. L.; VEIGA-NETO, A. (orgs). Imagens de Foucault e Deleuze: ressonâncias nietzschianas. Rio de Janeiro: DP&A, 2002, 360 p.
RAGO, Margareth; Veiga-Neto, A. (org) Figuras de Foucault. Belo Horizonte: Autêntica, 2008, 296p. (Coleção Estudos Foucaultianos).
________.(org) Para uma vida não-facista. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009, 432p. (Coleção Estudos Foucaultianos).
RAJCHMAN, John. Foucault: a liberdade da filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1987, 112p.
REVISTA de Comunicações e Linguagens. Michel Foucault. Uma analítica da Experiência. Lisboa: Edições Cosmos, 1993, n.19, 175p.
REVISTA Tempo Brasileiro. O Homem e o Discurso: a arqueologia de Michel Foucault. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1996, 140p.
REVISTA Tempo Social: Foucault – um pensamento desconcertante. Departamento de Sociologia – FFLCH-USP. São Paulo, vol. 7, nº 1 e 2, out. 1995, 254 p.
RIBEIRO, Renato Janine. Recordar Foucault. Os textos do Colóquio Foucault. São Paulo: Editora Brasiliense S.A., 1985, 252p.
ROUANET, Sérgio Paulo. As razões do Iluminismo. São Paulo: Cia. da Letras, 1987.
SANTOS, Boaventura de Souza (org). Produzir para viver: os caminhos da produção não capitalista. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. (Reinventar a emancipação social: para novos manifestos, v. 2)
SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. Rio de Janeiro: Record, 2001.175p.
_______. Território e sociedade: entrevista com Milton Santos. São Paulo: Ed. Fundação Perseu Abramo, 2000. 127p.
 SANTORO, Fernando. Arqueologia dos prazeres. Rio de Janeiro: Objetiva, 2007, 268p.
SARGENTINI, Vanice; Navarro-Barbosa, Pedro (org). Foucault e os domínios da linguagem: discurso, poder, subjetividade. São Carlos: Claraluz, 2004, 260p.
SCAVONE, L.; ALVAREZ, M.C.; MISKOLCI (orgs.). O legado de Foucault. São Paulo: Ed. Unesp, 2006.304p.
SENNELARTT, Michel. As artes de governar: do regimen medieval ao conceito de governo. São Paulo: Ed. 34, 2006. 336p. (Coleção TRANS).
SENNETT, Richard. A cultura do novo capitalismo. Rio de Janeiro: Record, 2006.189p.
______. Carne e pedra. Rio de Janeiro: Record, 1997. 362p.
______. O declínio do homem público: as tiranias da intimidade. São Paulo: Cia. das Letras, 1988. 447p.
SOUZA, Marcelo Lopes de. Mudar a cidade: uma introdução crítica ao planejamento e à gestão urbanos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002. 560p.
SOUZA, Sandra Coelho de. A Ética de Michel Foucault: a verdade, o sujeito, a experiência. Belém: Cejup, 2000, 846p.
TERNES, José. Michel Foucault e a idade do homem. Goiânia: Ed. UCG: Ed. da UFG, 1998, 193p.
URANI, A.; COCCO, G.; GALVÃO, A. P. (orgs.). Empresários e empregos nos novos territórios produtivos: o caso da terceira Itália. Rio de Janeiro: DP & A, 1999.
VEIGA-NETO, Alfredo. Foucault e a Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2003, 192p.
______.  Albrquerque Junior, Durval M.; Souza Filho, Alípio (org) Cartografias de Foucault. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2008, 440p. (Coleção Estudos Foucaultianos)
VEYNE, Paul M. Como se escreve a história; Foucault revoluciona a história. Brasília: Editora Universidade de Brasília. 1998, 285 p.
______. Paul. Quando nosso mundo se tornou cristão: (312-394) Rio de janeiro: Civilização Brasileira, 2010, 288p.